quinta-feira, 30 de setembro de 2010

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Lenda Árabe

Diz uma linda lenda árabe que dois amigos
viajavam pelo deserto e em um determinado
ponto da viagem discutiram.
O amigo ofendido, sem nada dizer,
escreveu na areia:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO.

Seguiram e chegaram a um oásis
onde resolveram banhar-se.
O que havia sido esbofeteado começou a
afogar-se sendo salvo pelo amigo.
Ao recuperar-se pegou um estilete
e escreveu numa pedra:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.

Intrigado, o amigo perguntou:

Por que depois que te bati,
você escreveu na areia e agora que te salvei,
escrevestes na pedra?

Sorrindo, o outro amigo respondeu:

Quando um grande amigo nos ofende,
devemos escrever na areia onde o vento
do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar.
Porém quando nos faz algo grandioso,
devemos gravar na pedra da memória e do coração;
onde vento nenhum do mundo poderá apagar.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

As Três Peneiras

Olavo foi transferido de projeto, logo no primeiro dia, para fazer
média com o novo chefe, saiu-se com esta:
- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva.
Disseram que ele...

Nem chegou a terminar a frase, Juliano, o chefe, apartou:
- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das três peneiras?

- Peneiras? Que peneiras, chefe?

- A primeira, Olavo, é a da VERDADE. Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram.
Mas eu acho que...

E, novamente, Olavo é interrompido pelo chefe:
- Então sua historia já vazou a primeira peneira. Vamos então para segunda peneira que é a da BONDADE. O que você vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?

- Claro que não! Deus me livre, chefe - diz Olavo, assustado.

- Então, - continua o chefe - sua historia vazou a segunda peneira.

- Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE. Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passa-lo adiante?

- Não, chefe. Passando pelo crivo dessas peneiras, vi que não sobrou nada do que eu iria contar - fala Olavo, surpreendido.

- Pois é, Olavo, já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras? diz o chefe e continua:

- Da próxima vez em que surgir um boato por aí, submeta-o ao crivo destas três peneiras: VERDADE - BONDADE - NECESSIDADE, antes de obedecer ao impulso de passa-lo adiante, porque:
PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS,
PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS,
PESSOAS MEDÍOCRES FALAM SOBRE PESSOAS.

domingo, 26 de setembro de 2010

sábado, 25 de setembro de 2010

A Mulher e o Gênio

Havia uma mulher corcunda magoada com o mundo, que vivia magoada com seu terrível calombo nas costas.

A mulher andava curvada, rastreando os cantos com seus olhos tristes, mal humorada, até que um dia encontrou um objeto mágico onde há séculos vivia um gênio, que se materializou na sua frente oferecendo-lhe quatros pedidos por sua libertação.

A mulher fez o primeiro:
- Eu queria ter uma casa mais bonita do que a chata da Dona Maria, aquela mulher fofoqueira....

Zás!!! Apareceu-lhe uma casa maravilhosa.

Veio o segundo pedido.
- Eu queria ter um carro muito mais bonito, possante e moderno do que o infeliz do Seu Zé.

Zás!!!! Surgiu em sua frente um carro sensacional.

Assim fez o terceiro pedido:
- Eu queria ter mais jóias do que a Dona Joana, aquela intragável.

Zás!!! Apareceram-lhe jóias maravilhosas.

Foi a vez do quarto e último pedido:
- Agora, gênio, eu quero que você realize meu último pedido: Que suma aquilo que trás as amarguras da minha vida, meu desgosto, meu maior defeito...

E Zás!!!!... de novo.
Sumiu-lhe a língua....

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Além das Aparências

Antônio, um pai de família, um certo dia, quando voltava do trabalho dirigindo num trânsito bastante pesado, deparou-se com um senhor que dirigia apressadamente vinha cortando todo o mundo e, quando se aproximou do carro de Antonio, deu-lhe uma tremenda fechada, já que precisava
atravessar para a outra pista.
Naquela hora, a vontade de Antônio foi de xingá-lo e impedir sua passagem, mas logo pensou:
- Coitado! Se ele está tão nervoso e apressado assim...
Vai ver que está com um problema sério e precisando chegar logo ao seu destino.
Pensando assim, foi diminuindo a marcha e o deixou passar.
Chegando em casa, Antônio recebeu a notícia de que seu filho de três anos havia sofrido um grave acidente e fora levado ao hospital.
Imediatamente seguiu para lá e, quando chegou, sua esposa veio ao seu encontro e o tranqüilizou dizendo:
- Graças a Deus está tudo bem, pois o médico chegou a tempo para socorrer nosso filho.
Ele já está fora de perigo.
Antonio, aliviado, pediu que sua esposa o levasse até o médico para agradecê-lo.
Qual não foi sua surpresa quando percebeu que o médico era aquele senhor apressado para o qual ele havia dado passagem!
"Procure ver as pessoas além das aparências".
Imagine que por trás de uma atitude, existe uma história, um motivo que leva a pessoa a agir de determinada forma.
Pense nisso!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A RAPOSA E O LENHADOR

Existiu um Lenhador que acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite.
Esse lenhador tinha um filho, lindo, de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança.
Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.
Os vizinhos do Lenhador alertavam que a Raposa era um bicho, um animal selvagem; e portando, não era confiável. Quando ela sentisse fome comeria a criança.
O Lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e jamais faria isso.
Os vizinhos insistiam:
- "Lenhador abra os olhos ! A Raposa vai comer seu filho."
- "Quando sentir fome, comerá seu filho ! "
Um dia o Lenhador muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários - ao chegar em casa viu a Raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensangüentada ...
O Lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça > da raposa...
Ao entrar no quarto desesperado, encontrou seu filho no berço dormindo tranqüilamente e ao lado do berço uma cobra morta ...
O Lenhador enterrou o Machado e a Raposa juntos...

Se você confia em alguém, não importa o que os outros pensem a Respeito, siga sempre o seu caminho e não se deixe influenciar..., mas principalmente nunca tome decisões precipitadas...

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

domingo, 19 de setembro de 2010

O amor é tudo de bom!

O amor destranca as portas. Destranca tudo: janelas, vitrôs, portões, porteiras..... o coração, a vida! O amor é tudo de bom!

Mas para que isso aconteça só você pode fazer a sua parte, né? Destrancar algo que só abre por dentro e que só você tem o segredo!

"É preciso saber viver", diz a música que se transformou em hino. Seja mais receptivo, viu? Deixe seu coração sempre aberto, sempre escancarado para o amor! Mesmo sabendo que você possa bater a cara! Você não faz o tipo de quem não acredita no amor! E mesmo que você esteja se sentindo um pouco derrotado e sem valor hoje, siga em frente! "É preciso amor para poder pulsar", viu?

Quer saber de uma verdade? Onde existe amor não há lugar para a crítica! E nem condenação, nem julgamento! Nem perca mais tempo com isso! Não compensa! O amor sim, compensa tudo!

Tente enxergar as pessoas além das aparências, viu? Lembra daquela máxima: "quem ama o feio, bonito lhe parece"? Tão antiga e tão atual, né? O que é feio pra você? E o que é bonito? Contemplar o que é belo é ver além um pouco mais adiante! Contemple o que você sabe o que é belo, nobre e bom!

Você está aqui e vivendo um momento lindo em sua vida, sabia? Observe quantas emoções boas e bonitas tem vivido. Assim, continue otimista, vibrante, amoroso, aberto, alegre, confiante.... Não deixe mais a vida passar em branco. Chore, sorria.... permita sentir todas as sensações que você tem direito! "O importante é que emoções eu vivi" diz acertadamente a música do Roberto Carlos.

Conquiste a sua paz interior. Você merece e sabe como! E nem perca mais tempo tentando mudar o outros, viu? Só tem uma pessoa nesse mundo que você pode mudar e sabe quem, né? Você! Só você e mais ninguém!

Estamos nesse mundo de passagem, viu? E para aprender a viver! Portanto, simplesmente aprenda a ser! Só isso: aproveite a viagem, a jornada e cuide-se bem dando um sentindo novo e colorido pra você mesmo! Viva o amor! Viva para amar!

Bom Dia! Bom Divertimento! Fique com Deus.

"Dizem que há mundos lá fora, que nem em sonho eu vi. Mas que me importa todo o mundo, se o mundo todo é aqui e agora?"

sábado, 18 de setembro de 2010

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Estranho Amor

Tão estranho a forma de amar,
amamos e sentimentos ciúmes,
ciúmes bobo, muitas vezes inconveniente.
Amamos e sentimos medo,
um medo de um dia estar só, de que a pessoa amada siga em viagem sem lhe presentear com uma passagem para o mesmo lugar.
Amamos e sentimos raiva,
raiva de não sermos entendidos, como se a pessoa amada tivesse a obrigação de ter o dom da premonição, e pudesse nos compreender pelo menos naquele momento que mais estamos chateados.
Amamos e sentimos muitas vezes rejeição,
pelo simples fato de não ser notado o novo corte de cabelo, a nova roupa, a nova investida.
Amamos e nos tornamos loucos,
loucos pela felicidade a dois, um mundo colorido feito para apaixonados.
Loucos pela vida, como se o hoje fosse um dos dias dos milhões que ainda viveremos.
Tão estranho a forma de amar,
Somos muitos em um só, muitos sentimentos, muitos desejos, muitos planos...
Não quero dominar o amor, quero que o amor nos domine.
Pois amor que é AMOR, é tudo... é certeza, é companhia, é amizade, é paixão, é criança, é eterno.
Tão estranho esta forma de amar,
que me perco até nos versos mais simples de um poema,
pois tem tantas formas de se escrever sobre o amor, algumas simples outras complexas,
mas todas com o mesmo sentido,
que o amor tudo supera.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

"O amor não é um simples sentimento, mas sim uma solução para um mundo melhor. Há caminhos que levam a ele, dependendo do jeito que os traçamos. Então deixe-me corresponder com o meu amor que lhe guiarei aos caminhos do meu coração!"

terça-feira, 14 de setembro de 2010

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

"Não existe amor à primeira vista. O que existe é a pessoa certa, no momento certo. Você por acaso estava lá."

domingo, 12 de setembro de 2010

sábado, 11 de setembro de 2010

"Não importa se você está perto ou longe, o que importa é que você existe, para que eu possa sentir sua falta."

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

"Há vários motivos para não amar uma pessoa, e um só para amá-la, este sempre prevalece..."

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

terça-feira, 7 de setembro de 2010

"Nunca digas que esqueceste um amor diga apenas que consegue falar nele sem chorar, pois o amor é... inesquecível."

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

domingo, 5 de setembro de 2010

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

sábado, 4 de setembro de 2010